National Express recebe da parceria Alexander Dennis Limited (ADL) e BYD mais 10 ônibus duplo 100% elétricos para a cidade de Coventry, no Reino Unido

Publicado em 02.09.2020 | Por Noticias BYD Imprensa

A Alexander Dennis Limited (ADL) e a BYD Europa as  principais produtoras de ônibus elétricos do Reino Unido, anunciaram nesta segunda-feira que sua parceria forneceu 10 ônibus elétricos de dois andares para a National Express, para operação em Coventry, região metropolitana do Reino Unido, como parte de um investimento mais amplo de 29 veículos de não poluentes BYD ADL Enviro400EV. As baterias do veículo e a infraestrutura de carregamento serão mantidas pela Zenobe Energy, uma das maiores operadoras de baterias móveis e estacionárias do Reino Unido.

Seguindo a promessa da operadora de não adquirir mais ônibus a diesel, a ADL forneceu os novos 10 ônibus de dois andares com emissão zero para o grupo de transporte britânico National Express. Os novos veículos entraram em serviço em Coventry, ligando o centro da cidade e o Hospital Universitário.

Construído de acordo com o padrão Platinum da National Express, o BYD ADL Enviro400EV de 10,9 m de comprimento oferece espaço extra para as pernas para até 65 passageiros sentados, bem como carregadores USB e Wi-Fi gratuito. Um sistema de bombeamento garante que a energia de aquecimento do salão seja fornecida de forma eficiente pelas baterias principais sem afetar o desempenho operacional do veículo.

A transição da frota para ônibus elétricos será simplificada pelas baterias de Fosfato de Ferro Lítio BYD, que possuem capacidade de 382 kWh, em cada veículo. O sistema será mantido pela Zenobe Energy e serão fornecidas ao operador junto com o sistema de carregamento e uma plataforma de software que ajuda a monitorar e otimizar uso de energia.

A nova frota da Coventry de 10 andares duplos elétricos é semelhante aos 19 veículos que a ADL forneceu no início do ano para Birmingham.

BYD ADL Enviro400EV de dois andares em Coventry

David Bradford, Diretor Executivo da National Express Bus, disse: “Os ônibus já são uma das formas mais limpas de viajar e, como operadora de transporte líder, estamos determinados a ir ainda mais longe. No início deste ano, anunciamos nossa ambição de ter uma frota de ônibus com emissão zero a partir de 2030, por isso estamos muito orgulhosos de que a National Express está trazendo ônibus totalmente elétricos para o povo de Coventry. Ao trabalharmos juntos em parceria, estamos determinados a melhorar os serviços de ônibus e reduzir a poluição e as emissões que contribuem para a baixa qualidade do ar e as mudanças climáticas”.

O Presidente e Diretor Administrativo da ADL, Paul Davies, disse: “Com a mais ampla gama de ônibus elétricos do mercado, temos sido capazes de atender aos requisitos da National Express Group, uma vez que começamos a transição para os ônibus  não poluentes, permitindo-nos ampliar o nosso relacionamento de longa data. Esperamos continuar a apoiar a National Express conforme ela se move em direção à meta ousada de ter uma frota de ônibus com emissão zero em West Midlands até 2030”.

“O compromisso com uma frota não poluente da National Express é tão louvável quanto ousado”, disse o Diretor Administrativo da BYD (Reino Unido), Frank Thorpe, “e é indicativo de que cada vez mais operadores de transporte público veem a eletrificação como solução viável de longo prazo para suas rotas programadas. Nosso BYD ADL Enviro400EV de dois andares é um produto comprovado, já em serviço em um número crescente de clientes, oferecendo benefícios operacionais tangíveis e proporcionando transporte seguro, silencioso e livre de emissões para seus passageiros”.

Steven Meersman, cofundador da Zenobe Energy, disse: “Estamos muito satisfeitos em ver nossa parceria com a National Express, a ADL e a BYD se expandir para Coventry. Este projeto demonstra perfeitamente como as soluções contínuas da Zenobe, alimentadas por nosso software de gerenciamento que garante níveis de carga e autonomia da bateria ao longo da vida dos veículos, ajuda a National Express a cumprir seus compromissos sustentáveis de uma forma financeiramente viável e sem atrito”.