BYD Brasil é credenciada pelo BNDES para Finame de chassis e baterias de ônibus 100% elétricos

Publicado em 20.04.2020 | Por BYD Brasil

Incentivo à tecnologia limpa e de baixo custo operacional é concedido em meio à pandemia do Coronavírus, que revela expressiva redução de poluição no mundo

No momento em que o mundo presencia, em meio à pandemia do Coronavírus, uma expressiva e impressionante redução da poluição, a BYD – fabricante de chassis 100% elétricos – recebe importante incentivo para disputar em igualdade de condições o mercado de ônibus no País. A BYD Brasil acaba de ser credenciada pelo BNDES para que os chassis de ônibus 100% elétricos e suas baterias de fosfato ferro lítio utilizadas nos veículos possam ser adquiridos por meio do financiamento do Finame.

 

O Finame é um financiamento voltado para aquisição de máquinas, equipamentos e bens de informática e automação. Dentro do programa, as empresas interessadas poderão financiar até 80% do valor do ônibus 100% elétrico, em um prazo de até 10 anos, com 2 anos de carência. Os 20% de entrada, podem ser divididos em 8 parcelas trimestrais. Os equipamentos enquadrados no Finame foram: bateria refrigerada para ônibus padron elétrico piso baixo D9W e chassis piso baixo 12,5m propulsão elétrica – D9W.

 

Com a inclusão no Finame, a BYD passa a negociar em igualdade de condições com os ônibus a diesel, que já são enquadrados nesta linha do BNDES. “O Finame é muito importante para que empresas do setor possam financiar a juros mais baixos os ônibus 100% elétricos. A tecnologia limpa, sustentável e de baixo custo de manutenção tem sido muito procurada, mas o investimento esbarrava na falta de política de financiamento atraente. Acreditamos que este será um marco para a introdução do ônibus elétrico no País”, afirma o Diretor da Divisão de Ônibus da BYD do Brasil, Marcello Von Schneider.

Os ônibus 100% elétricos também poderão se tornar alternativa econômica em meio à crise que se vislumbra. Além de não poluentes, os ônibus elétricos são econômicos, tendo custo operacional 70% menor que um ônibus a diesel convencional. Na comparação com o diesel, o gasto com o abastecimento elétrico chega a ser equivalente 25% do que a de um veículo a diesel. Além disso, o número reduzido de peças em um veículo 100% elétrico reduz drasticamente a necessidade de manutenção, proporcionando maior disponibilidade do veículo em comparação ao convencional à combustão.

 

A BYD Brasil possui desde 2015 uma fábrica de produção de chassis 100% elétricos, instalada em Campinas e desde então iniciou a nacionalização de componentes. A fábrica instalada em Campinas tem capacidade de produção de 720 chassis por ano, podendo expandir a fabricação para até 1.440 chassis por ano.  Em 2020, a BYD Brasil vai abrir sua terceira fábrica, em Manaus, voltada para a fabricação de baterias de fosfato ferro lítio que além dos ônibus e outros veículos 100% elétricos, podem ser utilizadas também em equipamentos de armazenamento de energia.

 

Brasil avançou em 2019

O Brasil deu passos importantes em 2019 rumo à eletrificação de frotas. A empresa conta cidades utilizando ônibus 100% elétricos, com destaque para Campinas, que já conta com 14 ônibus elétricos rodando desde 2018 e São Paulo que colocou 15 ônibus em operação desde novembro passado. Além destas duas cidades, Bauru, Brasília, Maringá, Santos e Volta Redonda também já possuem ônibus elétricos em suas frotas.

 

BYD

Gigante global pioneira em energia limpa

 

A BYD é a maior fabricante global de baterias de lítio-ferro e de veículos elétricos e plug-in (de 2015 a 2018). A empresa está presente nos seis continentes, com veículos operando em mais de 300 cidades de 50 países. Superando 240 mil funcionários distribuídos em 30 fábricas ao redor do globo (sendo 20 mil engenheiros pesquisadores que já desenvolveram acima de 24 mil patentes). A BYD é ainda a segunda maior fornecedora de componentes para celulares, tablets e laptops no mundo. Em 2019, a empresa alcançou a terceira posição entre as companhias que estão mudando o mundo para melhor, “Change The World”, da Revista Fortune, e, em 2016, ganhou o prêmio Zero Emission Eco system da ONU, entre outros prêmios internacionais. 


No Brasil, a BYD abriu sua primeira fábrica em 2015 para produção de ônibus elétricos e comercialização de veículos e empilhadeiras em Campinas, interior de São Paulo. Em abril de 2017, inaugurou sua segunda planta para produção de módulos fotovoltaicos, consolidando-se como uma das líderes desse importante mercado no Brasil. Em fevereiro de 2019, a BYD Brasil assinou seu primeiro projeto de SkyRail (monotrilho) no país, numa Parceria Público Privada (PPP) de R$ 1,5 bilhão na cidade de Salvador. A BYD Brasil já emprega mais de 250 funcionários nas cidades de Campinas e São Paulo.

 

Assessoria de imprensa BYD

Teresa Cristina Fayal

Email: tcfayal@gmail.com

Tel: 21- 98888-1174