BYD apresenta sua visão de transporte inteligente na BYD Worldwide Developer Conference, na China

Publicado em 29.10.2018 | Por BYD Brasil

Com o tema “Criando para o Futuro”, a BYD enfatizou novamente sua visão ousada de transporte inteligente.

No dia 5 de setembro, a BYD lançou oficialmente sua inovadora plataforma de código aberto “D ++” na BYD Worldwide Developer Conference, em Shenzhen, na China. Com o tema “Criando para o Futuro”, a BYD enfatizou novamente sua visão ousada de transporte inteligente. Além disso, uma “versão do desenvolvedor” do modelo Qin Pro da BYD, o primeiro carro autônomo do mundo aberto aos desenvolvedores, foi revelada no dia.

Estavam presentes no evento ilustres representantes das áreas de condução autónoma, inteligência artificial, blockchain e mais. Dentre eles, o Presidente da Baidu, Zhang Yaqin, o Presidente e CEO da Qihoo 360, Zhou Hongyi, o Diretor de Operações da Roadstar.ai, Heng Liang, bem como o Presidente e CEO da Horizon, Yu Kai.


Wang Chuanfu, Presidente Global da BYD

Wang Chuanfu, Presidente Global da BYD


“D ++” é uma plataforma de código aberto que compreende apenas uma parte do sistema DiLink da BYD. Como o desenvolvimento de smartphones que passou de sistemas de fechados para sistemas abertos, este também é o único caminho para o automóvel se tornar ‘mais inteligentes’. Enquanto adotamos essa nova onda de inteligência, tenho orgulho de anunciar que a estratégia da BYD agora é “aberta”, disse Wang Chuanfu, Presidente Global da BYD, que considera que as tecnologias da DiLink são revolucionárias e agregam a sabedoria de mais desenvolvedores, proporcionando assim maior cooperação e prosperidade.

A BYD acredita que a nova era do transporte evoluiu para o terceiro estágio, caracterizado pela eletrificação, tridimensionalidade e inteligência. A abertura de sua plataforma, que recorda a natureza aberta do Android, transforma um carro em um “espaço inteligente sobre rodas”.

“No futuro, as viagens representarão apenas 1% dos carros inteligentes, e os 99% restantes estarão abertos à imaginação humana”, disse Wang. “A BYD vai abrir totalmente 341 sensores e 66 controles no carro para os desenvolvedores, fornecendo uma plataforma criativa muito mais ampla. Estamos fazendo pelo carro o que o Android fez pelo celular.”

Com base nas mais recentes tecnologias e percepções do usuário, como internet móvel, inteligência artificial, reconhecimento de voz, rede de carros e big data, o sistema DiLink transforma o carro em um empregado pessoal 24 horas por meio do aprendizado, como a capacidade de pegar passageiros em horários predefinidos, comunicar-se com eles e personalizar o entretenimento no automóvel para diferentes passageiros de acordo com o gênero.


Versão dos desenvolvedores do Qin Pro da BYD

Versão dos desenvolvedores do Qin Pro da BYD


O modelo Qin Pro da BYD é a primeira “versão para desenvolvedores” do mundo de um veículo sem motorista, sendo equipado com a “BYD Eco Open Platform”. O veículo, que tem capacidade de atualização remota, será lançado oficialmente no final de setembro.

A BYD

“Pioneira em soluções de energia limpa”

Gigante global especializada em energia limpa, a BYD foi fundada em 1995 e rapidamente se tornou a maior fabricante mundial de baterias recarregáveis, sistemas de armazenamento de energia, ônibus e caminhões 100% elétricos. Desde 2015, a BYD também vem surpreendendo o mundo como a maior fabricante de automóveis elétricos e híbridos plug-in do mundo (2015, 2016 e 2017).

A empresa está presente em cinco continentes, mais de 50 países e em cerca de 200 cidades e têm entre seus sócios o americano Warren Buffet. Com mais de 220 mil funcionários distribuídos em 40 fábricas ao redor do globo (sendo 20 mil engenheiros pesquisadores), a chinesa BYD é, ainda, a segunda maior fornecedora de componentes para celulares, tablets e laptops no mundo para outras marcas globais, e considerada uma das 15 empresas que estão mudando o mundo para melhor “Change The World” da Revista Fortune.Em 2016, a BYD ganhou o prêmio Zero Emission Eco system da ONU, na categoria grandes corporações. Em 2016, a empilhadeira elétrica da BYD ganhou o prêmio IFOY de melhor empilhadeira elétrica do mundo. A primeira vez que uma marca não europeia ganha o principal prêmio do setor de logística na Europa.

No Brasil, a BYD abriu sua primeira fábrica em 2015 para produção de ônibus elétricos e comercialização de veículos e empilhadeiras em Campinas, interior de São Paulo. Em abril de 2017, neste mesmo local, inaugurou sua planta de produção de módulos fotovoltaicos.

A BYD Brasil já emprega mais de 300 funcionários nas cidades de Campinas e São Paulo.